Home  |    Cadastre-se    |    Blog   |    Contato

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/html/casadeoxumare.com/web/administrator/components/com_widgetkit/plugins/content/folder/plugin.php on line 60

Atividades em Execução

Projeto Omin Lolá - Águas da Felicidades

Em parceria com a Fundação Lar Harmonia, a Casa de Oxumarê realiza cursos de Corte e Costura e Bordado, uma ação na qual Casa pensou o empoderamento de mulheres de Terreiro e uma forma aonde estas mulheres tivessem a possibilidade de além de confeccionar suas vestes religiosas pudessem também usar o aprendizado para aumento de renda. Cm uma procura muito boa de vagas o curso é ministrado por Filhas da Casa a exemplo de Ekede Jó no corte e costura e Ebomi Rita de Omolú no curso de bordado.  As aulas acontecem 2 vezes por semana nos turnos matutino e vespertino. Hoje, a Casa já começa a comercializar as indumentárias religiosas tanto para as/os filhas/os da Casa como para pessoas de outros Terreiros que procuram para aquisição dos produtos.

Vale ressaltar que outros projetos estão sendo encaminhados aos diversos órgãos financiadores para que a proposta de trabalhar o social e acolhimento da comunidade tanto do Ilê Oxumarê como do entorno, possa abranger outros de interesse da comunidade.

Projeto Ilê Ogbon - Casa da Sabedoria

O projeto Ilê Ogbon acontece simultaneamente em 3 terreiros da cidade numa parceria entre as Casas, a Cesol – Centro de Economia Solidária e Setre – Secretaria de Trabalho Emprego e Renda do Estado da Bahia. Pensando numa perspectiva de Economia Solidária que é hoje uma das vertentes utilizadas pelo movimento feminista como uma forma de empoderamento feminino, não só na cidade mas também no Campo e na Floresta, a Casa faz sua escolha em trabalhar com E.S. por ser um dos desejos do Ilê empoderar suas/seus filhas/os. Trabalhar com os terreiros em parceria é uma forma de manutenção da união e acolhimento que é uma das práticas diárias de uma Casa de Candomblé, além de divulgar os produtos fabricados em cada Casa.

Na Casa de Oxumarê a produção continua com os cursos de Corte e Costura e Bordado, com a orientação de Ekede Jó (corte e costura) e Ebomi Rita de Omulú (bordado) e comercialização dos produtos confeccionados pelas alunas com a orientação das profissionais; no Terreiro do Bogum é oferecido o curso de Estética Afro brasileira (trançado, maquiagem) e no Terreiro Obá Tony a produção fica por conta da Culinária Afro brasileira e já acontece também a comercialização dos produtos, as turmas tem até 15 participantes. Informações sobre cursos estão disponíveis na Casa de Oxumarê através do tel. 71 3331 0922 ou presencial.

Distribuição de Alimentos por Conta Própria

A Casa de Osùmàré mantém diariamente a doação de alimentos para a comunidade e entorno.

Atendimento Jurídico

Por meio da rede de seus filhos-de-santo e parceiros institucionais, a Casa de Oxumarê auxilia a comunidade no acesso a serviços judiciais. Este apoio ocorre de modo não sistemático, mas a Casa possibilita a quem necessita a fazer representação e acompanhar o trâmite de processos judiciais. Contudo, anualmente, é promovido o “Dia do Atendimento Jurídico” durante o qual é oferecido atendimento à comunidade e o encaminhamento para os órgãos públicos competentes.

Seminários

A cada ano, a Casa de Oxumarê promove e sedia seminários temáticos para compartilhar conhecimentos e debater sobre questões pertinentes às comunidades negras. Dentre os eventos destacam-se: “Seminário em Comemoração ao Dia da Mulher Negra na América Latina”, aos 25 de julho desde 2003, durante o qual são discutidos assuntos relacionados às temáticas de gênero e raça; “Seminário Orixás, Bankis e Voduns” (desde 2004), que articulou lideranças em torno do debate sobre a pluralidade de segmentos da religiosidade da matriz africana, face ao aumento dos casos de intolerância religiosa; “Seminário África Mãe Ancestral” (desde 2008), que propunha discutir sobre os processos de luta e resistência da mulher negra; “Seminário Cultural Odum Adotá” (desde 2010), que comemorou  os 50 anos de iniciação de quatro Agbás (pessoas mais velhas) da Casa de Oxumarê. Este seminário promoveu uma série de discussões sobre a valorização da trajetória de vida e do reconhecimento do papel estruturante dos mais velhos na sociedade contemporânea, tendo originado uma homenagem pública às quatro anciãs da Casa de Oxumarê na Câmara Municipal de Salvador. A partir dele é produzido um documentário sobre a cultura e a tradição ancestral afro-brasileira que foi distribuído nas escolas públicas municipais e estaduais da Bahia.

Feira da Saúde (desde 2004)

O evento realizado anualmente reúne, na Casa de Oxumarê, diversos profissionais da área de saúde que oferecem para a comunidade serviços odontológicos, ginecológico e clínica-geral. A feira mobiliza as adjacências do terreiro e conta com a participação de organizações não-governamentais que realizam cerca de 300 atendimentos. Durante o evento, ainda ocorre o Dia da Escovação onde os profissionais do posto de saúde do bairro da Federação se mobilizam e dirigem-se a instituição para ensinar a crianças e jovens métodos de higiene que asseguram a boa saúde bucal.

Projeto de Inclusão Digital – Infocentro (desde 2005)

Em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia, foi instalado no espaço do terreiro um Infocentro com 10 computadores. Regularmente, são oferecidos à comunidade cursos de informática e acesso gratuito à internet, com orientação de monitores aos usuários. Os serviços funcionam de segunda a sábado, das 08h00 às 18h00, beneficiando cerca de 800 pessoas da comunidade, com uma média anual de 14.400 acessos.

livro casa

Missão

Difundir e preservar o legado cultural e religioso afro-brasileiro, contribuindo para o desenvolvimento das comunidades, com base na promoção da democracia, dos direitos humanos e na garantia do respeito inter-religioso.

Visão

Ser referência como centro de preservação e difusão da memória cultural de religiões afro-brasileiras, com excelência em gestão de projetos sócio educacionais para atender as demandas da sociedade.

Valores

  • Igualdade e justiça social;
  • Respeito à diversidade;
  • Cuidado e atenção a cada indivíduo, às comunidades e aos diversos grupos sociais;
  • Compromisso com as gerações futuras;
  • Respeito à natureza e ao meio ambiente;
  • Ética, integridade e transparência.