Home  |    Cadastre-se    |    Blog   |    Contato

Notícias

  • Notícias
  • MANIFESTAÇÕES DA NATUREZA RENOVAM A FÉ DA COMUNIDADE DA CASA DE OXUMARÊ
MANIFESTAÇÕES DA NATUREZA RENOVAM A FÉ DA COMUNIDADE DA CASA DE OXUMARÊ

Quarta, 05 Setembro 2012

MANIFESTAÇÕES DA NATUREZA RENOVAM A FÉ DA COMUNIDADE DA CASA DE OXUMARÊ

Quem participou do ciclo religioso do mês de agosto na Casa de Oxumarê, teve a oportunidade de sentir a presença das divindades africanas de duas formas. Alem da tradicional manifestação por meio do processo da incorporação nos filhos de santo, foi possível assistir ao espetáculo realizado pelos fenômenos da natureza que aconteceram de acordo com as celebrações dos Orixás símbolos.

Em verdade a presença dos Orixás estava em toda parte, em todo momento em que ocorriam as festividades religiosas. Mas algumas situações pitorescas despertaram o interesse e a comoção de todos os presentes. No dia 18 agosto, quando aproximadamente mil pessoas puderam sentir uma energia única que era emanada no momento em que a divindade Oxumarê se apresentou em público em pleno barracão do Terreiro. Lágrimas de emoção e sorrisos de admiração foram expressas por palmas entoadas pela multidão, que puderam ser ouvidas ainda na Av Vasco da Gama. "Estava subindo as escadarias do Terreiro de Oxumarê no exato momento em que Oxumarê estava entrando no salão, os fogos sinalizavam o acontecimento, mas não era necessário, só as palmas já estavam sendo ouvidas na Av Vasco da Gama, me arrepiei toda", conta Fabiana Bonfim.

No dia seguinte, domingo dia 19, até mesmo os incrédulos puderam ter a prova da existência dos Orixás. Após rezar e compartilhar as comidas sagradas de Oxumarê, ele se manifestou através de seu elemento natural, o arco-íris e arrancou lagrimas de emoção de mais de uma centena de pessoas. " Estamos no caminho certo, união,amor, respeito e Fé. Vamos continuar com a manutenção de nossa cultura, ancestralidade e religiosidade. Nossa religião é sinônimo de resistência ", disse o Babalorixá Pecê.

Este clima se sucedeu nas demais cerimônias, que na mesma intensidade renovaram a fé e emanaram paz para os presentes. Neste ultimo domingo dia 2 de setembro o ciclo se encerrou com o presente de Oxum que saio em cortejo da Casa de Oxumarê até o Dique do Tororo. A divindade das águas doces e da fertilidade emocional a todos quando uma pequena quantidade de peixes pularam dentro do barco que levava seu presente. " Nãoexiste prova mais viva que esta. Quando os peixes pulara dentro do barco foi para mim Oxum agradecendo o amor dedicado a ela" disse Ogãn Sidney da Mata

Ainda ocorrem duas cerimônias que darão por concluídas as festividades religiosas anuais da Casa de Oxumarê, aconteceram no mês de outubro, dia 20, Ajunsun e 27 Ibeji. Sempre aberta para receber com carinho as pessoas que vão receber o axé dos Orixás a Casa de Oxumarê desde já convida a todos.